Acupunturista.net

 

ACUPUNTURA COMO TRATAMENTO AUXILIAR DO CÂNCER


Acupuntura diminui a gravidade e intensidade de vômitos e náuseas em pacientes submetidos à quimioterapia. É o que confirma a tese de doutorado apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

RESUMO: O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia de duas técnicas de Acupuntura no controle da náusea e vômito em pacientes portadoras de Carcinoma Invasivo de mama, submetidas à quimioterapia anti-neoplásica.

MÉTODO: Foram incluídas no estudo 64 pacientes no período de março de 2003 a fevereiro de 2007, do Hospital A.C. Camargo, com diagnóstico anatomopatológico de carcinoma invasivo da mama, candidatas à quimioterapia adjuvante com esquemas que incluem doxorrubicina e ciclofosfamida.

O estudo foi realizado no primeiro ciclo de quimioterapia. As pacientes foram randomizados em 3 grupos: As pacientes do grupo A, receberam tratamento antiemético convencional com medicamentos. As pacientes do grupo B, receberam o tratamento antiemético convencional e aplicação de Acupuntura Clássica. As pacientes do grupo C receberam tratamento convencional e aplicação de Acupuntura Auricular.

As pacientes foram submetidas à auto-avaliação nos primeiros 21 dias após o início da quimioterapia, e conforme os critérios da Common toxicity criteria of the National Cancer Institute (NCI CTC), preencheram a ficha de coleta de dados em relação à náusea e vômito neste período.

RESULTADOS: Quanto à náusea do primeiro ao sétimo dia, encontramos pelo teste de Kruskal-Wallis diferença significativa (p=0.040), sugerindo que a Acupuntura diminui a intensidade de náusea deste período, e quanto à duração de dias de pior intensidade também foi significativo (p=0,037), ou seja, a Acupuntura diminui os dias de pior intensidade.

Quando utilizamos o teste de Mann-Whitney encontramos diferença significativa da intensidade de náusea somente entre os grupos A e B (p=0,013), significando que a Acupuntura Clássica diminui a intensidade de náusea em relação ao grupo controle.

Em relação aos dias de pior intensidade de náusea encontramos diferença entre os grupos A e B (p=0,043) e entre grupos B e C (p=0,010) ou seja, a Acupuntura Clássica diminui os dias de pior intensidade de náusea em relação aos grupos controle e Acupuntura Auricular.

Quanto à gravidade do vômito, do primeiro ao sétimo dia, encontramos pelo teste de Kruskal-Wallis diferença significativa (p=0,036) entre os grupos, sugerindo que a Acupuntura diminui a gravidade de vômitos. Pelo teste de Mann-Whitney entre os grupos A e B encontrou-se diferença significativa (p=0,017), ou seja, a Acupuntura Clássica diminui a gravidade de vômitos comparado ao grupo controle.

Quanto ao número de dias de vômito de pior grau entre o primeiro e o sétimo dia encontramos ao aplicar o teste ANOVA diferença significativa entre os grupos (p=0,029), sendo que a Acupuntura diminui o número de dias com vômito.

O teste t aplicado para os grupos em pares revelou entre grupos A e B (p=0,035), portanto, a Acupuntura Clássica diminui o número de dias de vômito comparado ao grupo controle.

Ao estudarmos a intensidade de náusea entre oitavo e vigésimo primeiro dia encontramos pelo teste de Kruskal-Wallis entre os grupos diferença significativa (p=0,022), sendo que a Acupuntura diminui a náusea entre oitavo e vigésimo primeiro dia. Pelo teste de Mann-Whitney entre grupos aos pares encontrou-se diferença significativa entre os grupos A e B (p=0,016), houve diferença entre grupos A e C (p=0,049).

Portanto, há diferença significativa entre grupos B e C em relação ao grupo A, ou seja, a Acupuntura Clássica e Auricular diminuem a náusea entre oitavo e vigésimo primeiro dias em relação ao grupo controle.

CONCLUSÃO: A Acupuntura Clássica diminui a intensidade e duração de náusea e vômito do primeiro ao sétimo dia pós-quimioterapia. A Acupuntura Clássica e Auricular diminuem a intensidade de náusea do oitavo ao vigésimo primeiro dia pós-quimioterapia.

TÍTULO: Estudo prospectivo do valor da acupuntura no controle da náusea e vômitos em pacientes de câncer de mama submetidas a quimioterapia adjuvante

AUTOR: Chung, Wu Tu

FONTE: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-24102007-154453/




Compartilhe:

Mais Câncer em Casos e Tratamentos


Estudos de Casos e Tratamentos


Centro de Informações

Terapia com Ervas

Apesar do termo chinês ser traduzido em geral como fitoterapia ou medicina herbal, esta forma de tratamento também se utiliza de ingredientes de origem animal ou mineral. Clique e confira muitas informações sobre a fitoterapia oriental.

Manipulação corporal

Desde os primórdios da humanidade técnicas de manipulação corporal e massagens tem sido empregadas para alivio da dor entre outros tratamentos. Shiatsu, do-in, Tuiná, Quiroapraxia, etc...Essas são algumas técnicas abordadas nessa sessão. Clique e descubra!

Eletroacupuntura

Utilizando técnicas milenares como a acupuntura e misturando conceitos ultra modernos e de alta tecnologia, criou-se a Eletroacupuntura.Ela emprega estímulos elétricos reduzidos no pontos e meridianos da Medicina Chinesa e tem demonstrado alta eficácia nos tratamento das mais variadas doenças. Conheça mais sobre o assunto.

Pergunte ao Acupunturista

Nessa sessão você poderá encontrar diversas perguntas enviadas por usuário leigos e respondidas por profissionais acupunturistas. Aproveite e tire suas dúvidas também!


Voltar

Área do Acupunturista

Encontre um profissional



Acupunturista em Destaque

ALEXANDRE ANTONIO GAMEIRO

Escola em Destaque

HUMANIVERSIDADE ESCOLA DE ILUMINAÇÃO E FORMAÇÃO TERAPÊUTICA

Pergunte ao Acupunturista

Dr Tang

» PERGUNTA:

Bom dia, eu estou apresentando alguns picos de ansiedade intensa, as quais várias vezes iniciam uma crise. Gostaria de saber se a acupuntura seria eficaz no meu caso.

» RESPOSTA:

Olá Bruno A ansiedade pode estar associado a desequilíbrios variados ,na visão oriental baseado na energia dos meridianos por onde flui o QI energia vital, como exemplo posso citar a ... Ler resposta completa »

Clique e faça sua pergunta!

Nossos Parceiros